fbpx

PEELING
QUÍMICO

O peeling químico ajuda no tratamento de rugas finas, cicatrizes superficiais, acne (espinhas), melasma, manchas de sol, hiperpigmentação pós-inflamatória, além de devolver brilho, fechar os poros, melhorar a seborreia e a textura da pele. É um tratamento rejuvenescedor e que contém inúmeras opções de substâncias a serem utilizadas. O número e o intervalo de sessões também pode variar. A escolha será feita pelo profissional médico Dermatologista capacitado de acordo com a necessidade de cada paciente.

O procedimento acontece em duas etapas. Em um primeiro momento, a pele é limpa com um agente que remove o excesso de oleosidade. Em seguida, uma ou mais soluções químicas são aplicadas sobre a pele. O objetivo do peeling é levar as camadas danificadas da pele a sofrerem uma esfoliação para que o tecido se renove e forme uma nova camada de pele novinha, regenerada e com melhor aspecto.

Este tratamento é contra indicado para gestantes, pacientes com feridas abertas no local a ser tratado ou com dermatites em atividade. Uma sensação de ardor na pele é uma reação comum, assim como sensibilidade e descamação, que podem causar vermelhidão e edema (inchaço leve). A descamação da pele começa no segundo ou terceiro dia após o peeling, geralmente na região perilabial e pode durar de sete a 14 dias, dependendo do peeling utilizado e das características pessoais da pele de cada paciente. É importante não remover a pele descamada, deixando este processo agir naturalmente, pois isso reduz o risco de surgimento de cicatrizes e manchas. Durante todo o processo descamativo, o paciente é orientado a utilizar agentes cicatrizantes e calmantes, que aceleram o processo de renovação da pele. Os cuidados pós-peeling também incluem utilizar filtro solar e evitar a exposição ao sol.

Alguns tipos de peeling químico são ácido retinóico, solução de Jessner, ácido glicólico e ácido salicílico. O tratamento também pode variar em sua profundidade, podendo ser um peeling superficial, médio ou profundo.

Os resultados do peeling químico podem variar de acordo com o tipo de peeling e de pele do paciente, mas, normalmente, é possível notar os primeiros resultados a partir da primeira sessão do tratamento.

Cuidados posteriores:

• Evitar exposição solar;
• Evitar manipular a pele e arrancar as casquinhas;
• Evitar uso de produtos na pele que contenham ácidos.
×